Portal do Governo Brasileiro

Funasa

  • facebook
  • twitter
  • RSS
Loading

Torres recebe equipamentos para coleta seletiva e saneamento (RS)

28 de janeiro de 2014

Duas retroescavadeiras e um caminhão poliguindaste são alguns dos equipamentos adquiridos (Foto: Suest/RS)

Duas retroescavadeiras e um caminhão poliguindaste são alguns dos equipamentos adquiridos (Foto: Suest/RS)

O sistema de gerenciamento de resíduos sólidos de Torres ganha uma nova perspectiva a partir da entrega de diversos equipamentos de qualificação da coleta seletiva e saneamento ocorrido nesta segunda-feira (13) na sede do município. Resultado do convênio nº 0638/2009 com a Funasa, no valor de R$ 3 milhões, foram adquiridos nesta primeira etapa, duas retroescavadeiras, um caminhão poliguindaste, duas prensas, dois trituradores de galho, um de vidro e um de entulho e 370 lixeiras personalizadas.

“Assumimos a secretaria do Meio Ambiente com alguns planos e metas, mas o mais significativo é este convênio da Funasa que se consolida no dia de hoje”, afirmou o secretário Roger Santos Maciel. Segundo Maciel, ainda serão adquiridas 10 caçambas estacionárias,  construída a instalação da área de triagem e transbordo e reformada a Usina de Reciclagem RECIVIDA, cooperativa que  conta com  15 famílias de catadores com potencial imediato para 30. 

A prefeita Nílvia Pinto Pereira enfatizou que os investimentos terão um significado importante não só para Torres, mas que servirá de referência para uma política sustentável e de geração de renda a todos os municípios da região. “Os municípios vizinhos poderão aproveitar toda esta experiência que começa ser desenvolvida aqui e firmarem parcerias para o reaproveitamento de seus resíduos”, salientou Nílvia.  Segundo a prefeita, a meta do município é atingir a marca de 85% de coleta seletiva nos próximos anos.

Outro aspecto enfatizado pela prefeita é o reaproveitamento das caliças da construção civil, já que Torres vivencia uma expansão imobiliária significativa,  gerando uma grande quantidade deste tipo de resíduo. “A reciclagem deste material poderá ser utilizada para pisos e pavimentos”, informou a prefeita.

Para o superintendente estadual da Funasa, Gustavo de Mello, a entrega dos equipamentos representa um momento histórico para o município na medida em que os investimentos traduzem o que preconiza a Lei 12.305/02 de agosto de 2010, que instituiu a política Nacional de Resíduos Sólidos. “Torres tem a oportunidade de fazer a gestão integrada e o gerenciamento de resíduos de forma qualificada, atendendo a questão socioambiental e a inclusão social dos catadores”, afirmou Mello.

Participaram do ato de entrega, além dos representantes da Funasa e da prefeitura, a presidente da Associação de Catadores, Carmen Parecida Vargas, o presidente da ONG Onda Verde Nabor Guazelli,  além de outras representações municipais e estaduais.

Compartilhe: