Voltar

Manual de Saneamento

Manual de Saneamento

Por Coordenação de Comunicação

Publicação: Ter, 03 Dez 2019 11:15:09 -0300

Última modificação: Ter, 03 Dez 2019 11:17:54 -0300

O Manual para Guardas Sanitários, precursor do Manual de Saneamento, foi elaborado em 1944, como apostila para os cursos de guardas sanitários realizados inicialmente na Amazônia e ministrados pelo Serviço Especial de Saúde Pública (Sesp), uma das instituições antecessoras da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

No decorrer desses cursos, o manual foi aprimorado e enriquecido com as experiências e pesquisas de campo realizadas pelo Sesp, sendo feitas várias versões a partir de 1947, quando essa instituição começa a se expandir nacionalmente. A versão de 1950 já denominada de Manual de Saneamento consagra o título utilizado até os dias atuais.

Nesta quarta edição do Manual de Saneamento de 2015, além das questões técnicas abordadas anteriormente, procura-se proporcionar ao leitor uma visão mais conceitual dos problemas ligados ao meio ambiente, agregando novos conceitos, tecnologias, legislação e, sobretudo, temas de preocupação atuais. Ao mesmo tempo que o manual apresenta as tecnologias inovadoras, não se pode esquecer das tecnologias simplificadas e as sociais, com eficácia comprovada pela Funasa e adequadas para as populações dispersas, sobre- tudo das áreas rurais, quilombolas, dos assentamentos, ribeirinhas e indígenas.

O manual é direcionado a profissionais ligados a saneamento e saúde pública, gestores e técnicos municipais e estaduais, professores, pesquisadores e estudantes, ins- tituições públicas e privadas, nacionais, estrangeiras e usuários em geral.

Clique aqui para baixar